Revelar a personalidade no retrato

 Steffen Böttcher

"A fotografia é um desporto de comunicação", afirma Steffen Böttcher quando lhe perguntamos acerca do seu trabalho de retrato e moda, "e isso é ótimo, porque gosto de comunicar". Na realidade, qualquer que seja o estilo de retrato que se escolha fotografar, o essencial é que diga qualquer coisa de significativo sobre o objeto. Se o objeto for anónimo, não será verdadeiramente um retrato. 

Os retratos de Steffen transmitem uma grande dose de carácter e, entre várias outras técnicas importantes, afirma que tem a ver com a história visual que é contada por um determinado local.

"É muito importante ter o cenário certo para fazer um bom retrato; o ambiente diz muito sobre a pessoa. O seu trabalho, a sua mentalidade… Não gosto de fotografias impessoais. Não tenho nada contra os retratos básicos, sem cenário, são modernos e úteis, mas, nas minhas fotografias, gosto que o cenário conte a história: um político numa biblioteca, um chef numa cozinha… aquilo que os move." 

steffen-boettcher-sony-alpha-9-man-sitting-on-floor-in-warehouse
© Steffen Böttcher | Sony α9 + 85mm f/1.8 | 1/500s @ f/2.5 ISO 320

Uma utilização ponderada do local, afirma, também permite aos objetos serem eles próprios. "É semelhante ao que acontece com os atores nas filmagens ou os músicos nos concertos; os atores precisam de um cenário ou local e não de um ecrã verde, que não lhes permite reagir, e os músicos precisam de um palco e um público. Não se pode retirar um animal do seu habitat natural e esperar que se comporte de forma natural. O mesmo acontece com as pessoas."

 Steffen trabalhou 12 anos como designer gráfico antes de se tornar fotógrafo a tempo inteiro, o que lhe proporcionou uma base sólida em termos de linguagem visual, ou seja, de saber como as imagens comunicam ideias. Refere como os seus anos de formação em design gráfico o ajudaram a compreender os aspetos fundamentais, como a boa composição, a utilização de cores favoráveis e a forma de estruturar uma imagem. Conhecendo essas técnicas, afirma, "é fácil mudar para a fotografia, porque não estamos a partir do zero. Tudo o que queria era ser criativo, esse é o impulso mais importante e que não deve ser abafado por questões técnicas".

steffen-boettcher-sony-alpha-9-black-and-white-portrait-of-a-blond-haired-lady
© Steffen Böttcher | Sony α9 + 85mm f/1.8 | 1/160s @ f/11 ISO 50

Sente que demasiados fotógrafos centram a sua fotografia no aspeto técnico, focando-se nas possibilidades das configurações e equipamentos. Para ele, esse lado técnico não é tão importante: 

"Para mim, fotografar é como pintar um quadro. Não se trata da câmara. É a preocupação com a luz, os elementos da composição, as cores. É muito mais do que um puro exercício técnico. Por isso, é importante construirmos a fotografia na nossa cabeça antes mesmo de pegarmos na câmara." 

Uma característica que considera muito útil é o ecrã inclinável da sua Sony α9. "Prefiro compor no ecrã por vários motivos", explica. "Quando compomos no visor eletrónico, podemos esquecer os elementos, porque tudo é mais parecido com a vida real." Porque o olho é atraído para o objeto e não para a composição como um todo? "Sim, porque quando utilizamos o ecrã e vemos a composição dessa forma, é como vermos uma impressão, o resultado final. O distanciamento é maior e somos mais objetivos."

steffen-boettcher-sony-alpha-9-girl-with-sunglasses-smiles-as-her-picture-is-taken

© Steffen Böttcher | Sony α9 + 35mm f/1.4 | 1/1600s @ f/1.4 ISO 50

Voltando à arte da comunicação e, para Steffen, outra grande vantagem da composição através do ecrã LCD da câmara é o facto de poder envolver-se mais facilmente com o objeto, sem o "escudo" da câmara até aos olhos. "Enquanto fotógrafo, é muito útil poder sair de trás dessa máscara. É uma situação muito mais íntima e mais confortável para o objeto. A forma como as pessoas reagem é muito diferente e é algo que se nota imediatamente. É muito mais fácil concentrar-me no objeto e interagir com ele, especialmente porque, com o AF e a exposição da α9, sei que posso confiar na câmara. Não tenho de pensar na técnica, apenas na composição e na comunicação."

Conversar durante as sessões é uma das técnicas que torna os retratos de Steffen tão especiais. "Sem a câmara a tapar-me o rosto, posso conversar com o objeto e relaxá-lo. Os modelos de retrato não fazem este tipo de coisa todos os dias, por isso, precisam de uma certa confiança. Falo muito e tento transmitir-lhes a ideia de que não precisam de posar, apenas serem eles próprios. Depois cabe-me a mim captar esses momentos adoráveis." 

steffen-boettcher-sony-alpha-7RIII-couple-wearing-denim-pose-by-ocean
© Steffen Böttcher | Sony α7R III + 35mm f/1.4 ZA | 1/1250s @ f/3.5 ISO 200

"Muitos fotógrafos de retrato", diz, "conversam com os seus objetos, mas a forma como se conversa é fundamental, não basta falar por falar". 

"Muitos fotógrafos têm a preocupação de dirigir em demasia, o que pode fazer as pessoas sentirem-se mais stressadas e ansiosas. Não quero que pensem "para onde estou a olhar?" ou "para onde deve ficar virado o meu queixo?". Quero que se abstraiam de si próprios, eliminar a sua autoconsciência."

Alguns dos métodos que utiliza servem para introduzir histórias e para alterar a forma como as expõe, com base no que pretende que o objeto sinta. "Alguns fotógrafos dizem: "pense numa coisa bela" e esperam uma reação. Mas não funciona assim, temos de ser mais inteligentes, mais empáticos. Se quero destacar a sua heroicidade, conto-lhes histórias heroicas; se pretendo revelar um lado afável, conto histórias de prazer, por exemplo, conto como foram agradáveis as minhas férias."

A sua principal dica: "Recomendo aos fotógrafos que utilizem a conversa para provocar uma abstração do momento. É como dirigir um ballet, mas, neste caso, trabalhamos com o subconsciente; o objeto ouve e responde. A comunicação funciona melhor assim".

ILCE-9

Câmara sem espelho full-frame α9 com sensor CMOS empilhado

ILCE-7RM3

Câmara full-frame α7R III de 35 mm com focagem automática

SEL35F14Z

Distagon T* FE 35 mm F1.4 ZA

SEL85F18

FE 85mm F1.8

Steffen Boettcher
alpha universe

Steffen Boettcher

Alemanha

A arte de viver consiste em dizer SIM.

Ver perfil