Saltar para Conteúdo

O FUNDAMENTAL DAS LENTES

Fotografia macro

Relação de ampliação máxima

A ampliação de qualquer lente é determinada pela sua distância focal. Para a fotografia macro, também nos interessa saber quanto nos podemos aproximar do objeto. Estes dois fatores, distância focal e distância de focagem mínima, determinam a relação de ampliação máxima da lente ou “relação de reprodução”, como por vezes é referida. Quando mais se puder aproximar do motivo com uma lente de uma determinada distância focal, maior será a relação de ampliação que obterá.

A definição clássica de lente macro diz que se trata de uma lente que tem uma relação de ampliação máxima de pelo menos 1:1, ou “1x” nas especificações da lente. Isto significa que permite reproduzir um objeto em tamanho real no sensor de imagem da câmara: um objeto de 10 mm pode ser projetado no sensor em imagem de 10 mm quando a lente está suficientemente próxima dele. Uma relação de ampliação máxima de 1:2 ou “0,5x” significaria que o tamanho máximo da imagem do mesmo objeto de 10 mm projetada no sensor seria 5 mm, ou seja, apenas metade do tamanho real.

Imagem de flor a 0,35x

0,35 x

Imagem de flor a 1,0x

1,0x

Outras características das lentes macro que deve conhecer

As lentes macro são desenhadas especificamente para proporcionarem um desempenho ótico perfeito na focagem de objetos muito próximos e é normal que ofereçam mais nitidez a curta distância, mas isto não significa que possamos utilizá-las apenas para fotografia macro. Muitas lentes macro conseguem um excelente desempenho também em fotografia de motivos normais a distâncias normais.

Outra caraterística importante das lentes macro utilizadas a curtas distâncias é que têm uma profundidade de campo muito estreita. Isto significa que a focagem tem de ser feita com muito cuidado, para que os detalhes pretendidos fiquem perfeitamente focados. Um tripé pode facilitar a focagem em determinadas situações. Poderá ter de reduzir a abertura consideravelmente para alcançar uma profundidade de campo suficiente para alguns objetos. Mas uma profundidade de campo reduzida pode ser uma vantagem, ao realçar os detalhes em foco essenciais e desfocar o fundo que poderia causar distrações.

[1] Distância de focagem mínima (aprox. 13 cm/5,1 pol. com ampliação de 1x) [2] Distância de trabalho (aprox. 2 cm/0,8 pol. com ampliação de 1x) [3] Distância de focagem mínima (aprox. 35 cm/13,8 pol. com ampliação de 1x) [4] Distância de trabalho (aprox. 16 cm/6,3 pol. com ampliação de 1x) [5] Plano do sensor de imagem

Distância focal e distância de trabalho mínimas

A especificação de “distância de focagem mínima” da lente pode confundir. A distância de focagem mínima é medida entre o objeto e o ponto focal traseiro da lente, que equivale ao plano do sensor de imagem na estrutura da câmara. O termo “distância de trabalho” significa a distância entre o objeto e o elemento dianteiro da lente.

Se a especificação de uma lente indicar uma distância de focagem mínima de 0,2 m (20 cm), por exemplo, dependendo da espessura da estrutura da câmara e do comprimento da lente, é possível que tenha apenas alguns centímetros de distância de trabalho para tirar uma fotografia macro 1:1 quando tiver a imagem focada à distância mínima de focagem. Estar tão perto do motivo pode tornar a iluminação difícil (existem luzes em anel e flashes de macro especiais para contornar este tipo de problema de iluminação), a focagem pode ser difícil mesmo que os movimentos do objeto ou da câmara sejam mínimos e existe sempre a probabilidade de assustar os objetos vivos em distâncias tão próximas. Na presença de algum destes problemas, é necessário escolher uma lente macro que tenha uma distância focal superior para a distância de trabalho ser maior.